Conforme registros no SINDECSistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor, o PROCON Sarandi registrou 6.563 atendimentos somente em 2019, sendo 2.585 atendimentos somente de assuntos financeiros, representando quase 40 % do total dos atendimentos. Em parceria com a Associação Brasileira de Procons – PROCONS BRASIL, o PROCON Sarandi esteve fiscalizando nas últimas semanas os correspondentes bancários de Sarandi, que atuam prioritariamente com o empréstimo de dinheiro, principalmente para aposentados e pensionistas. Ao todo foram 12 (doze) estabelecimentos visitados, correspondendo à totalidade dos que atuam na cidade.

Foram encontradas irregularidades em todas as unidades visitadas. Tais como a ausência de exemplares do CDC à disposição dos consumidores, ausência de atendimento preferêncial, ausência de crachá e certificado de treinamento dos atendentes, ausência de CNPJ e Alvará Municipal, ausência de informação obrigatória de canais de atendimento aos clientes como ouvidoria e SAC, entre outros itens.

Todos os estabelecimentos foram autuados e notificados, bem como possuem espaço para ampla defesa e contraditório em procedimento legal aberto pelo Órgão. A equipe do PROCON Sarandi está acompanhando os casos, afim de constatar se todas as medidas foram tomadas para completa adequação à legislação.

Em caso de dúvidas, denúncias ou reclamações, o consumidor poderá procurar a unidade do PROCON Sarandi localizado na Rua Castro Alves, 952, Jd. Independência, Sarandi/PR das 8h às 17h, ou pelo Disque PROCON (44) 3126-9508 / 3042-3115 / 3126-9510 / 3126-9506

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSARANDI – Faleceu nesse domingo (01) o nosso amigo MARROM .
Próximo artigoSARANDI – Após 6 meses Prefeitura resolve a situação do Raio X da UPA .
“A Nação Brasileira está sendo dessangrada. Escolas caindo aos pedaços. Hospitais apodrecendo. Nosso povo morrendo de fome. Um grande esforço deve ser feito, neste momento, em prol da unidade e da salvação nacional. É hora de unir, não de desunir. Vamos nos unir, todos nós, cidadãos comuns da nossa terra, que estivemos até agora observando a História. Vamos, nós mesmos, fazer a nossa História. Vamos unir, portanto, rua com rua, bairro com bairro, cidade com cidade, estado com estado, todos falando a mesma língua, a língua de uma grande nação, próspera e rica, que será a maior nação do mundo no século XXI. É preciso mudar toda a concepção política atual, a fim de que se possa revigorar, fortalecer, engrandecer e salvar nossa Pátria.” D.Henriques Colunista e Blogueiro