A Unidade de Pronto Atendimento (UPA),estava 6 meses sem o aparelho de (Raio-X),após problemas de manutenção em 2018 a empresa fabricante permitia terceiros fazer a manutenção, mas agora em 2019, ela permite apenas que autorizadas realizem a manutenção. Dessa maneira, o contrato explica que o prestador de serviço deve realizar o pagamento para dar início ao serviço.

Essa mudança política comercial causou o impedimento da manutenção, uma vez que a empresa (fabricante do equipamento) é do estado de Minas Gerais. O Portal da transparência publicou no último dia (11),de novembro o município entrou com licitação para uma empresa que fará a prestação de serviços de diagnóstico por imagem(RAIO-X).

A Secretaria de Saúde, Cida Betel, explica que foi preciso mudar de empresa para oferecer mais qualidade aos pacientes. “Este aparelho é mais moderno, ágil, vai ser um ganho para a população. Nós queremos fazer tudo dentro da lei, de forma transparente e com muita responsabilidade.”, ressalta a secretária.

Além disso o custo com o aparelho antigo era de R$ 44 mil reais por mês e com essa nova licitação, o preço para manter o aparelho será de R$ 28.400 reais, uma economia de quase R$ 16 mil reais aos cofres públicos, por uma tecnologia mais avançada. É importante destacar, que mesmo com o aparelho quebrado, os pacientes não ficaram sem atendimento, neste período, todos foram encaminhados para fazer o exame de imagem em clínicas particulares, que também atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSARANDI – PROCON realiza fiscalização em correspondentes Bancários .
Próximo artigoDeputados da ALEP recebem ameaças anônimas .
“A Nação Brasileira está sendo dessangrada. Escolas caindo aos pedaços. Hospitais apodrecendo. Nosso povo morrendo de fome. Um grande esforço deve ser feito, neste momento, em prol da unidade e da salvação nacional. É hora de unir, não de desunir. Vamos nos unir, todos nós, cidadãos comuns da nossa terra, que estivemos até agora observando a História. Vamos, nós mesmos, fazer a nossa História. Vamos unir, portanto, rua com rua, bairro com bairro, cidade com cidade, estado com estado, todos falando a mesma língua, a língua de uma grande nação, próspera e rica, que será a maior nação do mundo no século XXI. É preciso mudar toda a concepção política atual, a fim de que se possa revigorar, fortalecer, engrandecer e salvar nossa Pátria.” D.Henriques Colunista e Blogueiro