As autuações consistem em abertura de processo administrativo, dando direito a ampla defesa e contraditório por parte do autuado, sendo que as penalidades vão de advertência à multa que pode chegar a R$ 1,5 milhão de reais. Entretanto, conforme afirma o Coordenador do Procon, Lucas Dornellos, nenhuma situação que atingisse o consumidor foi constatada: “Em que pese a fiscalização acabar por reprovar algumas bombas, os quesitos técnicos que ensejaram a autuação não são aqueles que refletem no bolso do consumidor, ou seja, as reprovações não se deram por situações que viesse a dar prejuízo a quem fosse abastecer. Até então, seguimos sem ter alguma constatação do tipo em Sarandi”.

Nesta etapa foram visitados 11 postos, onde foi feita a averiguação de documentação, produtos oferecidos pela conveniência, produtos automotivos e a qualidade da Gasolina e Etanol, além da verificação técnica das bombas medidoras.

 

 

 

 

 

 

 

Com informações do PMS e ASCOM

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSARANDI – Joel Inglez pode voltar a secretária da guarda municipal ?
Próximo artigoSARANDI – Advogado pode ser vice de Pré – Candidato a prefeito ?
“A Nação Brasileira está sendo dessangrada. Escolas caindo aos pedaços. Hospitais apodrecendo. Nosso povo morrendo de fome. Um grande esforço deve ser feito, neste momento, em prol da unidade e da salvação nacional. É hora de unir, não de desunir. Vamos nos unir, todos nós, cidadãos comuns da nossa terra, que estivemos até agora observando a História. Vamos, nós mesmos, fazer a nossa História. Vamos unir, portanto, rua com rua, bairro com bairro, cidade com cidade, estado com estado, todos falando a mesma língua, a língua de uma grande nação, próspera e rica, que será a maior nação do mundo no século XXI. É preciso mudar toda a concepção política atual, a fim de que se possa revigorar, fortalecer, engrandecer e salvar nossa Pátria.” D.Henriques Colunista e Blogueiro